Betim ganha nova usina de reciclagem de resíduos sólidos

611
Crédito fotos: Adeildo Silva

Foi inaugurada nesta semana a nova Usina Regional de Reciclagem de Resíduos Sólidos da Construção Civil (URRCC), em Betim. Com o novo espaço, a cidade para a ter uma alternativa sustentável para direcionar os resíduos para reciclagem. A inauguração também marcou e celebrou o Dia Nacional da Limpeza Urbana, nessa segunda-feira (27) na regional Citrolândia.

A usina foi inaugurada pela Prefeitura de Betim, por meio da Empresa de Construções, Obras, Serviços, Projetos, Transportes e Trânsito (ECOS), em conjunto com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semmad).

De acordo com o prefeito de Betim, Vittorio Medioli, a URRCC teve um investimento de R$ 790 mil obtidos junto à Fundação Banco do Brasil e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Segundo ele, já havia um equipamento adquirido em 2011 que estava em desuso, mas que foi reparada para voltar a ter operação.

“A usina nunca havia funcionado efetivamente. Por isso, a remontamos, colocamos novas britadeiras e agora ela opera com um custo relativamente baixo e dando a destinação correta aos resíduos. Betim possui um dos maiores centros de reciclagem de entulho de Minas Gerais”, afirmou o prefeito.

Crédito fotos: Adeildo Silva

Após fases de de testes, foi constato que a URRCC recicla atualmente 180 toneladas de resíduos/dia. Sua capacidade pode ultrapassar as 60 mil toneladas/ano. Dos entulhos da construção civil surgem, agora, agregados reciclados que são reintroduzidos no município na compactação de ruas não pavimentadas, substituindo a brita e areia.

Para a engenheira civil e presidente da ECOS, Marinésia Makatsuru, o crescimento natural do município tem gerado um problema para o meio ambiente, como o aumento de lixo e, respectivamente, de entulhos da construção civil. “Toda obra pequena ou de grande porte gera esses resíduos e que, muitas vezes, são despejados em locais impróprios. Materiais como tijolos, cerâmicas, areia, restos de blocos de concreto, pedras, que passarão a ser reaproveitados em outras atividades do município a partir da Usina”, destaca.

EcoEntulho 

Para que os resíduos sólidos da construção civil cheguem à URRCC, a Prefeitura de Betim está colocando em prática o programa EcoEntulho, por meio da ECOS.

O trabalho tem como primeira etapa a instalação de caçambas voltadas para a destinação de resíduos sólidos da construção civil gerados pela população em suas residências que serão coletados diariamente por caminhão disponibilizado pela Diretoria de Serviços Ambientais da ECOS. O projeto piloto é na regional Imbiruçu, com 30 pontos de coleta.

Já a segunda iniciativa, conta com uma equipe de 20 jovens educadores da Semmad, que estarão visitando residências para conversar e educar a população quanto a coleta seletiva de lixo e destinação correta dos resíduos gerados em casa.