Morre o filho de Elisson, ex-goleiro do Cruzeiro

234

O garoto Lucca Guilherme Silva Rosa, de 6 anos, filho do ex-goleiro do Cruzeiro, Elisson Aparecido Rosa, morreu após sofrer um acidente doméstico no último sábado, em um sítio no bairro Quintas do Godoy, em Betim. O garoto teve a morte encefálica constatada na noite de quinta-feira (15). Ele estava internado no Hospital Regional de Betim desde o último sábado, quando sofreu traumatismo cranioencefálico.

Enquanto brincava de futebol no salão de festas do sítio com outros três amigos, Lucca se acidentou, batendo a cabeça e fraturando o osso de um dos ouvidos. “Estávamos conversando a cinco metros das crianças brincando. De repente, o filho de um dos meus amigos chegou perto da gente e disse que o Lucca estava brincando de ‘morto-vivo’. Fomos ver o que havia acontecido e encontramos o Lucca caído no chão, inconsciente, e com um pequeno sangramento no ouvido. Ao lado dele, estava caído um armário pequeno, em MDF. Como Lucca não respondia, colocamos ele no carro e o levamos rapidamente para a Unimed Betim. Não sabemos ao certo o que aconteceu. Mas, acredito que, durante a brincadeira, ele tenha feito um movimento brusco e batido com a cabeça na quina do armário ou na parede”, disse Anderson Júnior, amigo de Elisson e proprietário do sítio.

Na mensagem divulgada no Instagram, Elisson se apega à fé para lidar com a morte do filho, além de agradecer a todas as pessoas que enviaram correntes de oração pela recuperação da criança e aos funcionários do hospital.

“Com muita dor em meu peito, venho comunicar oficialmente o falecimento do meu filho amado, Lucca. Nosso anjo voltou para casa e está com Deus. Deixará lembranças e saudade. Um amor inexplicável que hoje está afogado em dor. Mas cremos que foi a vontade soberana, perfeita e agradável de Deus!”, escreveu o goleiro.

“Eu e minha esposa Gisele agradecemos a todos os familiares e amigos pelo apoio. Sem vocês, não teríamos conseguido passar por tudo! Também quero agradecer ao Hospital Regional de Betim e a todos os seus funcionários pelo excelente trabalho e dedicação com o nosso pequeno. E, por fim, agradecemos a Deus por nos permitir viver durante seis anos com o menino mais querido do mundo! Deus me deu, Deus tomou. Bendito seja o nome do Senhor! Atenciosamente, Elisson”, concluiu.

O velório de Lucca ocorrerá em Piedade do Paraopeba, distrito de Brumadinho, também na região metropolitana de Belo Horizonte. O Cruzeiro publicou nota prestando solidariedade ao goleiro em momento familiar tão complicado.